terça-feira, 28 de junho de 2016

Repórter Sidalécio Souza recebe comenda honorífica de cidadão Altamirense no Pará...

Repórter Sidalécio Souza recebeu Comenda Honorífica de Cidadão Altamirense na câmara de vereadores em Altamira. 
Meus agradecimentos primeiramente a Deus,depois ao vereador Eládio Farias (Eládio Lampião),a minha esposa Luana Carvalho Souza,a minha família,minha querida e amada mãe Maria Martins que me dá um apoio incondicional,meus irmãos e amigos. Colegas de profissão em fim,essa comenda é para a população e a todos que acreditam no meu trabalho. MUITO OBRIGADO!
Histórico do Jornalista Sidalécio Souza
Sidalécio Souza da Silva Carvalho, casado Com Luana Carvalho Dias, pai de três filhos, Sid Henrique, Weyvida Souza e Ketlhyn Vitória. Sidalécio nasceu na cidade de Itapetinga Bahia em 1986 e em 87 chegou a Altamira onde vive há 29 anos. 


Trabalhando na área de comunicação há 14 anos, Sidalécio Souza é reconhecido e registrado como jornalista no Sindicado dos Jornalistas do Pará com registro na Capital do Estado. O profissional já passou por várias emissoras de rádio e televisão, entre elas: o SBT,REDETV,TV Cidade Brasil Novo,TV Cultura,participou com reportagens no SBT Marabá,SBT Tucuruí,Rádio FM Vale do Xingu, Rádio Nativa FM,Rádio Popular FM Brasil Novo, fui correspondente da Regional FM Uruará, correspondente da Rádio Filadélfia 105.9 FM Tucuruí programa “Tribuna do Povo”. Por um bom tempo assumiu cargos importantes em emissoras como: Chefe de redação, produtor, apresentador e diretor de jornalismo, função que ate hoje está a frente. 

Sidalécio Souza também já fez parte da primeira União Municipal do Estudantes de Altamira, a extinta UMEA,depois em 2003 foi convidado a participar da União Geral dos Estudantes com sede em Belém, lutou pela primeira vez pela implantação da carteira escolar para os estudantes em Altamira e pelos descontos em lojas,supermercados,meia entrada em logradouros públicos e meia passagem em transporte intermunicipal e interestadual. O jornalista já foi segundo secretário da Associação dos Profissionais de Comunicação da Transamazônica e Xingu onde ajudou o presidente da APIATX na época Magno Rabelo a realizar o primeiro Seminário de jornalismo para os profissionais da região em Santarém. Atualmente Sidalécio Souza é presidente do bairro Conjunto Ilvalândia, diretor de jornalismo da TV Altamira afiliada a rede Cultura de Televisão, Blogueiro com apoio na recente Associação de Blogueiros do Oeste do Pará e Diretor Social no Conselho Municipal de Bairros e Entidades de Altamira(COMBEMAT).


quinta-feira, 23 de junho de 2016

Transposição fica pronta e promete fim dos congestionamentos em Altamira

Uma obra gigante para o maior município (em extensão territorial) do país. Essa é a Transposição, uma via expressa, construída em Altamira, Sudoeste do Pará, para ampliar a mobilidade urbana, e interligar o centro aos bairros periféricos, localizados na parte mais alta da cidade. A nova avenida foi inaugurada nesta quarta-feira (22), e recebeu o nome de uma mulher, a senhora ‘Clores Mendes Oliveira’, matriarca de uma das famílias mais tradicionais da região.
Construída sobre um dos maiores Igarapés da cidade, a nova avenida ganhou o apelido de Transposição por atravessar uma área alagada que separa cinco bairros. Polêmica, a obra foi planejada para começar em 2013, mas após uma série de embargos ambientais, as primeiras escavações e abertura de terrenos só foram iniciadas em meados de 2014. As ações movidas pelo Ministério Público do Estado tentavam evitar que matas ciliares fossem derrubadas, e espécies nativas da fauna e flora se perdessem com a construção.
Passados dois anos e meio o projeto se materializou, e movimentou uma estrutura impressionante. Primeiro as escavações, que removeram toneladas de barro para diminuir o nível das ladeiras; depois foi preciso remover o lixo depositado no leito do igarapé Altamira, acumulado após décadas de abandono e falta de limpeza; por último vieram o asfaltamento, a construção de rotatórias, e uma praça. Urbanizada a área chamou atenção até mesmo de quem sempre foi vizinho do local. “Tá tudo lindo”, declarou a dona de casa Marina do Carmo.
Iluminada, asfaltada, e bem sinalizada a Avenida Clores Mendes Oliveira possui ciclovia, canteiro central apropriado para caminhada, e uma praça coberta por um belo jardim. “Uma obra digna da nossa Altamira”, lembrou a doméstica Maria Pires, que aproveitava a noite de festa para fazer caminhada. E ela tem razão, a avenida é realmente bela, e faz jus a homenageada, que segundo o vereador Victor Conde (PMDB), foi uma mulher especial. “Eu conheci a senhora Clores, e ela foi uma pessoa muito abençoada, uma justa homenagem em uma obra tão importante para a cidade”, lembrou.
Construída com recursos do próprio município, a nova avenida mudou o fluxo de veículos na cidade, reduziu a espera de quem precisava acessar a rodovia BR-230, e se tornou a principal opção para fugir do congestionamento no centro de Altamira. “É impossível pensar em Altamira hoje sem essa obra, sem essa avenida, como seria o nosso trânsito hoje sem essa via de acesso? Principalmente se lembrarmos da situação da rodovia Ernesto Acioly, que está com as obras paralisadas há meses. Essa é uma obra imprescindível para Altamira e para a vida de nosso povo”, destacou o prefeito Domingos Juvenil (PMDB).
Durante a inauguração da via, houve uma caminhada simbólica, e uma apresentação do coral da Assembleia de Deus. Um dos momentos mais emocionantes foi o depoimento do Pastor Valdemar Mendes, viúvo da senhora Clores Mendes Oliveira. “Ela sempre foi uma mulher temente a Deus, que dedicou sua vida a cuidar não só da família, mas da obra social, ela sempre se preocupou com o próximo, e eu agradeço de todo o meu coração, por essa homenagem prestada a essa mulher guerreira”, declarou.
ox

segunda-feira, 20 de junho de 2016

PM é assassinado em operação do Ibama contra desmatamento

A Polícia Militar de Novo Progresso, no interior do Pará, com apoio de agentes e de um helicóptero do Ibama, realizou buscas neste domingo, 19, na Floresta Nacional (Flona) do Jamanxim, onde o sargento João Luiz de Maria Pereira foi assassinado numa emboscada na tarde de sexta-feira (17) após a destruição de um acampamento ilegal de madeireiros dentro da unidade de conservação federal.
Pereira fazia parte do Grupamento Tático Operacional do Comando Regional da PM de Itaituba (PA). Até o fim da tarde de ontem não havia informação sobre a prisão de suspeitos do crime. Hoje é esperada a chegada de um reforço de Belém. O homicídio será investigado pela Polícia Federal (PF).
Pereira trabalhava com agentes do Ibama em uma operação de combate ao desmatamento ilegal na floresta, com apoio da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Pará. A equipe foi cercada e atacada a tiros. Baleado no pescoço e no ombro, João Luiz foi socorrido, mas morreu cerca de 40 minutos depois.
Em depoimento à Policia Civil de Novo Progresso, integrantes da equipe relataram que o homicídio ocorreu por volta de 15h30, no entorno de uma estrada de terra conhecida como Vicinal da Francy a cerca de 80 quilômetros da área urbana de Novo Progresso.
Garimpo
Os agentes federais e estaduais estavam no interior da unidade de conservação desde a quarta-feira passada.
De acordo com o comando da PM, no dia anterior à morte do sargento, a operação havia apreendido e destruído máquinas no garimpo e no acampamento dos madeireiros.
Uma retroescavadeira avaliada em R$ 480 mil foi incendiada, como determina a legislação quando não é possível transportar bens de envolvidos em crime ambiental.
No garimpo, foram destruídos equipamentos usados para extração de ouro. Seis suspeitos de crimes ambientais foram detidos. Foram apreendidas também armas e motosserras.
Em nota, o Ibama se solidarizou com a família do sargento. “O Ibama se une à família e aos amigos do sargento João Luiz, recebendo com dor esse crime brutal. Agradecemos muito sua contribuição na proteção da Amazônia”, disse a presidente do instituto, Suely Araújo.
Criada em 2006, a Floresta Nacional do Jamanxim possui 1,3 milhão de hectares, o equivalente a 1,3 milhão de campos de futebol. Localizada no eixo da BR-163, que corta todo o Estado do Pará, a região uma das áreas mais críticas do desmatamento na Amazônia. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
OX.

Passageiro de Fiat Uno morre em colisão na Transamazônica, próximo a cidade de Uruará (PA)

Por volta das 09 horas  deste sábado, 18 de junho, a guarnição de serviço da Polícia Militar se deslocou até a ponte do Rio Uruará, a 33 km da cidade de Uruará, para verificar um possível acidente de trânsito que teria envolvido  um veiculo da marca Volkswagen GOL que acabou errando a cabeceira da ponte e caiu do lado da mesma, a GU PM mais a GU da PC e 02 (duas) ambulância do SAMU, verificaram o local, e não acharam vítimas, somente danos materiais. Mas ao retornarem para a cidade de Uruará, próximo ao km 175, a 5 km da cidade de Uruará, as guarnições se depararam com outro acidente, entre uma caminhonete S10 de placa NTC – 5082, da cidade de Marabá/PA, e um FIAT UNO de placa HLQ – 0466 da cidade Ibatiba/ES, onde o condutor do veiculo UNO perdeu a direção do veiculo e veio a bater de frente com a caminhonete S10, uma pessoa que estava no banco do carona sofreu graves ferimentos, foi socorrido por populares, mas acabou falecendo no Hospital Municipal de Uruará. A Polícia Civil realizou os primeiros procedimentos cabíveis no local do acidente.
A vítima que acabou morrendo no acidente foi identificada como, Dangleson de Jesus dos Santos.
De acordo informou o Delegado Walison Damasceno, “será instaurado procedimento para apurar os fatos”.
 Autor: Joabe Reis

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Desligamento programado CELPA

URGENTE!
 
Precisamos informar a população sobre o desligamento que
ocorrerá neste domingo (19/06) em 15 municípios.
Destacamos que é de responsabilidade da ELETRONORTE.
Como veículos desta região, pedimos que nos ajude a
disseminar.
Peço também confirmação de recebimento dos senhores.
Forte abraço!

Para mais esclarecimentos:
Contato de Cristiana Charone (Eletronorte): 91 91465216
Cora Coralina (Celpa): 91 988714539.
Antônio José (Relacionamento com o Cliente
Celpa/Altamira): 91 99912670

Nota

À pedido da ELETRONORTE, no próximo dia 19 de junho, 15 municípios das regionais Oeste e Centro-Oeste – atendidos pelo sistema TRAMOESTE - terão o fornecimento de energia elétrica suspenso por 10 horas ininterruptas (de 6h30 às 16h30).
De acordo com a ELETRONORTE, o desligamento foi solicitado para atender a ampliação da Subestação Altamira, de responsabilidade da transmissora. E com isso, precisarão ser desligadas 10 subestações da Celpa, afetando os municípios de Altamira, Vitória do Xingú, Medicilândia, Brasil Novo, Senador José Porfírio, Anapú, Uruará, Placas, Itaituba, Rurópolis, Belterra, Trairão e Zonas Rurais dos Municípios de Prainha e Trairão.

Em Santarém, o desligamento não ocorrerá na zona urbana
da cidade, mas afetará as seguintes áreas da zona rural do município: BR 163 a partir do Km 06, compreendendo a zona urbana e rural de Belterra; Av. Curuá-Una, a partir do km 6; os bairros de Jutaí, Maicá, Jaderlândia, Mararu, Castela, Estrada Nova, Cristo Rei, Santa Rosa, Urumanduba; zona urbana e rural de Mojuí do Campos, incluindo as Vilas: Boa Esperança Guaraná, Pacoval, Cuçari e Santa Maria do Uruará.