sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Novo sistema de segurança terá 60 câmeras em Altamira


O governo do Estado apresentou esta semana, no auditório do 16º Batalhão da Polícia Militar de Altamira, no sudoeste paraense, o sistema com 60 câmeras de monitoramento do município. No evento, a Norte Energia entregou ao Sistema Estadual de Segurança Pública dois micro-ônibus e duas lanchas, que vão permitir maior presença do Estado na região. Os investimentos somam R$ 7 milhões e fazem parte de convênio entre o governo e a empresa, por meio do Projeto Básico Ambiental, uma das condicionantes para a construção da Hidrelétrica de Belo Monte.

Desde maio deste ano, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) vem trabalhando de forma integrada em Altamira. A instalação do Núcleo Integrado de Operações (Niop) permite aprimorar as ações de segurança na região. O gerente do núcleo, sargento Gerson Rodrigues, explica que a chegada do videomonitoramento vai permitir a solução mais rápida dos problemas. “Com as câmeras instaladas, vamos poder dar uma resposta mais imediata à população. Poderemos ver os atos ilícitos e acionar as equipes, além de identificar os criminosos. Coordenamos daqui as ações de segurança pública nas ruas”, diz.

São 60 câmeras, das quais 50 com modo de procuração e dez fixas, que vão garantir o trabalho de monitoramento de quase toda a cidade. Os equipamentos serão instalados com cabos de fibra ótica, o que permitirá, em breve, o uso de internet banda larga. A apresentação do sistema foi feita pela comitiva do Governo do Pará que esteve em Altamira, formada pelo comandante geral da Polícia Militar, coronel Daniel Mendes, delegado geral da Polícia Civil, Rilmar Firmino, e pelo titular da Superintendência do Sistema Penal (Susipe), André Cunha.

Ainda no Batalhão da PM, a Norte Energia entregou dois micro-ônibus, para o trabalho do Comando de Policiamento Regional. Daniel Mendes falou sobre o convênio com a iniciativa privada. “A parceria público-privada é importante, até porque um investimento como esse beneficia todas as áreas, em especial a segurança pública da região. Hoje estamos aqui, equipando, modernizando, reaparelhando e reorganizando todo o sistema de segurança pública na região”, disse.

O gerente de Contrato da Norte Energia, José Fernando Barbosa, informou que a empresa investiu R$ 76 milhões na segurança pública da região a partir do convênio. “Hoje concluímos mais uma parte do plano de cooperação, que é de R$ 100 milhões. Estamos entregando micro-ônibus e lanchas e apresentando o sistema de monitoramento que vai ser o mais moderno do Pará. Está sendo muito positiva essa cooperação, porque estamos vendo que o trabalho vem sendo feito de acordo com o que planejamos em conjunto”, disse.

Duas lanchas também foram entregues à população. Uma vai atender Altamira e a outra vai para o município de Vitória do Xingu. O diretor do Grupamento Fluvial, Dilermando Dantas, disse que as lanchas terão um papel importante no trabalho do sistema estadual de segurança pública. “Cada lancha comporta até sete pessoas, mas numa eventual necessidade elas podem transportar doze com segurança. Elas vão servir para o combate a todos os tipos de ilícitos que possam ocorrer nos rios da região, e ainda para o resgate de pessoas”, frisou.

OX

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Autor de homicídio e assaltos é preso pela Polícia Civil em Uruará (PA)

Autor de homicídio e assaltos é preso pela Polícia Civil em Uruará (PA)
Em cumprimento de mandado de prisão expefido pela justiça, a Polícia Civil de Uruará, Pa,  prendeu nesta segunda-feira, 20, o nacional Wanderson Gomes Mendes, o Curica, 22 anos, natural de Altamira, Pa, acusado do homicídio que vitimou, Luciano Silva Araújo,  crime ocorrido no mês de setembro de 2014.

Durante as investigações na busca pelo acusado a polícia encontrou uma motocicleta escondida no mato as margens da rodovia Transamazônica a 20 km do centro urbano de Uruará. Veículo roubado pelo preso em assalto a um casal que o mesmo cometeu na companhia de outro elemento, na noite de quinta-feira, 16 de outubro de 2014, no Bairro Vila Brasil.

Em depoimento na delegacia, Wanderson confessou os crimes. Ele foi autuado pelos crimes de homicídio qualificado e roubo a mão armada. Ele está recolhido a disposição da justiça na delegacia de polícia civil do município de Uruará.

A prisão foi efetuada pelo Investigador Silvio Alex, investigador Celio Salvador, sob o comando do delegado Walison Damasceno.

A motocicleta recuperada foi devolvida ao dono após lavratura do auto de entrega pela autoridade policial.

Protesto de servodores público e trabalhadores rurais interdita Transamazônica em Uruará (PA)

Protesto de servodores público e trabalhadores rurais interdita Transamazônica em Uruará (PA)
Cerca de 200 manifestantes bloqueiam a BR 230 Transamazônica, desde as 9 horas da manhã desta quarta-feira, 22, em Uruará, Pa, na altura do km 140 na ponte sobre o Rio Magu. Com faixas justificando o bloqueio, servidores públicos municipal e moradores de vários travessões do município protestam contra a administração municipal e pela garantia dos direitos dos profissionais da educação. Pneus foram queimados na cabeceira da ponte. Uma extensa fila de carros já se forma na rodovia dos dois lados do protesto. Segundo as lideranças do movimento, não há previsão para que a rodovia seja liberada.

Fonte: Regional FM

terça-feira, 21 de outubro de 2014

POLICIA DE URUARÁ COLOCA CRIMINOSO NA CADEIA.

Wanderson
Vitima Luciano

Foi preso na tarde de ontem Wanderson Gomes Medes de 22 anos conhecido por Curica, assassino confesso de ter executado no dia 1º de Setembro Luciano Silva Araújo de 21 anos que foi assassinado com 02 tiros na nuca, próximo a prefeitura Municipal de Uruara. O assassino que já tem passagem na policia chegando a cumprir 58 dias de cadeia por assalto, agora volta a ser preso por assassinato e assalto, onde o mesmo confessou que na ultima quinta Feira tomou uma moto e um celular de assalto, colocando a vitima na mira de um revolver calibre 38. O criminoso estava na cidade, com nada tinha acontecido, onde na tarde dessa Segunda Feira, os investigadores, Silvio Alex e Célio Salvador, sob o comando do delegado Walison Damasceno,colocaram o meliante atrás das grades. Wanderson foi ouvido pelo delegado Walison, onde o mesmo permanece preso a disposição da justiça.

Uruará em foco

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Acusado de tráfico de drogas é preso pela PM em Medicilândia

Acusado de tráfico de drogas é preso pela PM em Medicilândia
A Polícia Militar do município de Medicilândia, (PA), prendeu na tarde desta sexta-feira, 17, o nacional Valdir Moreira da Silva, 57 anos, acusado de tráfico de drogas. No momento da prisão o acusado portava 35 gramas de pedras de crack e uma quantia de 580 reais em dinheiro. A operação policial teve a participação do subtenente PM Nadler, soldado PM J Junior e soldado PM Martins. 
O preso, juntamente com a droga,  foi apresentado a autoridade policial na delegacia de polícia civil do município de Medicilândia para ser submetido aos procedimentos cabíveis. 
Regional FM Uruara

'Outubro Rosa' conscientiza sobre prevenção do câncer de mama


O Hospital Regional Público da Transamazônica, em Altamira (PA), está realizando durante o mês de outubro as atividades relacionadas à Campanha Outubro Rosa, dedicada ao combate e prevenção do câncer de mama.

A ação chama a atenção do público alvo, mulheres a partir dos 40 anos, para realizar o alto exame e assim diagnosticar a doença logo no início. O HRPT decorou toda a unidade com fitas rosa, símbolo da campanha.

Para orientar e tirar dúvidas das colaboradoras sobre o assunto foi realizada uma palestra com a Mastologista Viviane Grosse Bressan, que abordou o Câncer de Mama e a prevenção da doença. Cerca de 40 colaboradoras participaram e tiraram suas dúvidas sobre diagnóstico da doença, fatores de risco e tratamento.

Hospital Regional

Polícia fecha casas de prostituição em Vitória do Xingu


A Polícia Civil fechou na última quinta-feira (16) dois estabelecimentos que funcionavam como casas de prostituição na zona rural do município de Vitória do Xingu, no sudoeste do Pará. Duas mulheres que seriam responsáveis por explorar garotas de programa foram presas em flagrante. Em um dos locais foi encontrado um menino de 10 anos, que vivia em situação de risco.

De acordo com a polícia, uma denúncia anônima de que uma criança estaria morando na casa de prostituição levou a equipe até o local. Constatado que a denúncia era verdadeira, a mãe foi encaminhada para a Superintendência regional de polícia de Altamira.

A criança foi levada para um espaço de acolhimento provisório em Vitória do Xingu, onde deverá receber atendimento psicológico. O juizado da infância deverá decidir o destino do menino que só teria parentes em condições de cuidar dele no estado de Rondônia.

Segundo o delegado que comandou a operação, as casas de prostituição funcionavam como se fossem bares. Elas ficam na agrovila Leonardo da Vinci, no km 18 da rodovia Transamazônica.

A polícia apreendeu grande quantidade de bebida alcoólica e uma máquina caça-níquel. Mulheres que vieram de Belém, Marabá e Rondônia para trabalhar nos estabelecimentos foram levadas para a Delegacia de Vitória do Xingu, onde prestaram depoimento e depois foram liberadas.

G1 PA